terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Pequeno manual de sobrevivência no inverno norueguês

Para responder a uma pergunta que li em um comentário na postagem passada resolvi escrever um míni manual de sobrevivência para os corajosos de primeira viagem que estão ou estão para se aventurar no inverno norueguês.

Regra número 1: Deixe a elegância parcialmente de lado. Esqueça botas / sapatos de salto agulha, meias-calças fininhas, casaquinhos curtinhos e justos, saias e minissaias. Para se proteger do frio temos que nos sujeitar a usar roupas menos elegantes e mais quentes. Já vi meninas andando - ou melhor dizendo, tentando se equilibrar nas ruas de gelo com salto alto e não ficou nada elegante. Pode ser que em outros lugares da Europa com um inverno menos rigoroso seja possível manter a classe, mas aqui, realmente, é praticamente impossível. A não ser que você saia de casa, entre num carro e só vá sair do carro na garagem do prédio onde trabalha e de lá de volta pro carro e dali para casa. Quem anda muito e usa transporte público tem que se agasalhar bem.

Peça fundamental número 1: Calça de lã. Você pode optar entre a meia calça de lã ou uma calça de lã. Elas são ótimas para se usar debaixo de calças jeans ou junto com um legging caso você se aventure a usar uma saia. Existem vários modelos, desde os escuros para todo tipo de situação até os mais delicados, em cores claras e com detalhes em renda.

Peça fundamental número 2: Meias de lã até a canela. Nada de usar meias soquete de algodão fininhas, no inverno tem que usar meias de lã grossas que vão até a canela e não ficam escorregando.

Peça fundamental número 3: Um bom suéter de lã. Embora faça um frio terrível lá fora dentro de lojas e dentro das casas há aquecedores que mantém a temperatura sempre alta, por volta de 25 graus Celsius. Então eu não recomendo que se use blusas tipo "cacharrel", ou blusas grossas com gola rolê, por que quando você entrar dentro de uma loja vai derreter de tanto calor. O melhor a se fazer é usar um top ou uma blusa fina por baixo, um suéter de lã e um casaco, assim você pode se refrescar tirando o casaco e/ou o suéter caso esteja muito quente.

Peça fundamental número 4: Um bom casaco de inverno. As mais tradicionais podem escolher um casaco de lã e as mais esportivas podem escolher uma jaqueta que parece um edredom, por que é estofada com penas de ganso. Também existem casacos compridos de penas de ganso que ficam muito elegantes e são bem quentinhos. Há a opção de capuz para as que não gostam de gorros e boinas.

Peça fundamental número 5: Cachecol de lã. O melhor é comprar/tricotar cachecóis de várias cores para combinar com a roupa do dia. Proteger o pescoço é importantíssimo, por que se você sentir frio no pescoço não importa o quão quentes o casaco e o suéter são, você vai começar a sentir frio no corpo todo. O bom do cachecol é que você pode tirá-lo facilmente quando sentir calor.

Peça fundamental número 6: Luvas de lã ou de couro. O melhor modelo de luvas são as "votter", as que só tem o polegar. Eu tenho várias assim que o avô do Morten tricotou para mim. Essas luvinhas esquentam muito mais que as luvas comuns. As de couro não esquentam tanto, mas servem caso você vá dirigir ou queira estar mais elegante.


Peça fundamental número 7: Gorros e/ou boinas. Assim como os cachecóis, é bom ter gorros e boinas de várias cores. Eu detestava usar gorro no Brasil, aqui aprendi que gorro é indispensável, principalmente quando está ventando muito. Os gorros devem proteger as orelhas também, pois quando está muito frio elas podem congelar!

Peça fundamental número 8: Um bom par de botas / sapatos de inverno. Aqui existem modelos para todos os gostos e bolsos, desde os forrados por dentro até os de couro mais elegantes. Eu não recomendo os modelos com muitos cadarços e fivelas, por que se você for visitar alguém vai ter que tirar os sapatos ao entrar e demora muito para calçar e descalçar os sapatos. Eu trabalho em uma escola e até lá tenho que tirar os sapatos que uso na rua e trocar por sapatos para se usar no interior do prédio. Questão de higiene.

Peça fundamental número 9: Os brodder, uma peça que se coloca na sola dos sapatos que contém ou tachinhas ou metal que protegem contra quedas no gelo. Eu tenho dois modelos. Quando vou fazer compras e tenho que sair e entrar de lojas, uso o modelo que é mais fácil de tirar e por:


Mas quando vou fazer caminhadas e quando eu vou trabalhar eu uso outro modelo, que dá mais trabalho para tirar e pôr.

Peça fundamental número 10: Essa não é exatamente relacionada ao inverno, mas sim à escuridão que assola a Noruega entre outubro e meados de março. Trata-se do refleks, uma peça fluorescente que se prega ao casaco ou à bolsa e faz com que os motoristas te vejam andando na rua e não te atropelem. Parece absurdo, mas na época escura por aqui um refleks pode sim salvar uma vida. Alguns modelinhos:


12 comentários:

  1. Passei no teste Raquel.. uso quase todos os itens. Falta o brodder. Então o desconforto que eu sentia qdo o inverno começou (bem mais cedo do que o normal segundo meu marido), já não existe mais e saio na rua feliz da vida. Escorregando, mas ainda assim feliz. Adoro comprar toucas e gorros! Bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá, Raquel! Gostei muito das dicas. Também não tenho o tal brodder, fiquei na dúvida sobre a efetividade e sobre o processo de tirar e pôs quando se entrar em um ônibus, por exemplo. Eu comprei um tênis próprio da Timberland, mas ele não segura todo o tipo de chão escorregadio não hehe além, claro, do fato de nunca mais conseguir combinar nada direito (casacos bonitos com tênis - combinação bizarra). Outra coisa que percebi aqui é todo mundo usa calça bem colada, para conseguir usar a bota ou tênis por fora. No Brasil isso não é tão comum, então acho que vou precisar dar uma volta no shopping e achar as preciosas calças coladas até o tornozelo rs Alguma sugestão?

    Obrigada pelo post, foi ótimo mesmo :-)

    ResponderExcluir
  3. Olá, Claudia
    Eu nunca tiro os brodder quando vou subir em ônibus, dá realmente muito trabalho. Só tiro quando vou entrar em lojas e no trabalho. Quanto à calça, elas usam uma calça jeans bem justa com elástico na cintura, chamada jeans tights. Eu não acho legal o fato de ter elástico, por que não fica legal se a cintura fica à mostra e temos que acabar usando túnicas ou blusas compridas por cima. Eu não tenho ainda, mas estou pensando em adquirir uma. Boa sorte nas compras!

    ResponderExcluir
  4. Olá Raquel!

    Muito legal seu blog!!! Tenho uma amiga que mora aí, e me convidou pro casamento em janeiro. Graças as suas dicas já tenho uma noção do que devo usar e levar, caso eu consiga ir.

    Abraços.... e continuarei acompanhando seu blog hein!

    ResponderExcluir
  5. boa tarde essas roupas de lã que voce falou , que pode ser tricotada. que tipo de lã posso comprar pra mandar fazer? tipo lã de sapatinho de bebe? Adorei seu post ajudou muito estou de viaje marcada pra Noruega em Janeiro, aqui onde moro e muito dificil de comprar roupas pro frio, to precisando ,muito de ajuda pra nao congelar la kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Tem que ser lã pura, nada de acrílico. Tipo alpaca, por exemplo. Boa viagem!

      Excluir
  6. Gostei muito do seu post. Estou planejando uma viagem para tromso no fim de janeiro...estou quase desistindo por causa do frio que todos falam e da escuridão...vc acha melhor esperar outra época? Ou vale a pena mesmo assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Se você quer ver auroras boreais, inverno é a melhor época para visitar o norte da Noruega. É muito frio e escuro, portanto pense se você quer passar por essa experiência. Com as roupas certas não vejo problemas.

      Excluir
  7. Hei por acaso foi voce que encontrei quando foi o voto em Oslo ? Eu me chamo Helô Capri ,se for voce mesmo , voce está no meu Face . Puxa que legla parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Helô! Sou eu sim, que legal saber que você passou por aqui! Volte sempre!

      Excluir
  8. Ahh que legal saber da sua saga aqui na Noruega !!

    ResponderExcluir
  9. Caramba !! Eu acho que voce conseguiu emprego muito rápido , pois eu mesmo depois de eu já falar o NorueguÊs (bokemål)levei três anos enviando Cvs e só consegui emprego depois que uma vizinha Norueguesa me indicou que batalha ,durante 3 anos em (Stavanger) de peregrinacão à busca de emprego ,mas eu ouvir dizer que no Norte da Noruega as pessoas são mais fáceis de se comunicar conosco

    ResponderExcluir