terça-feira, 26 de novembro de 2013

Slow TV, ou televisão lenta - um fenômeno norueguês

Dezembro chegando e nossa aventura no Brasil se aproxima mais do final. Sinto, sim, falta da minha casinha e das minhas coisinhas na Noruega, mas fiquei sabendo que houve uma tempestade violenta chamada Hilde por lá e que agora praticamente só neva. Melhor ficar por aqui mesmo. Em Santos o tempo não está muito bom, mas tivemos 10 dias de temperaturas ótimas para pegar uma praia e estamos satisfeitos por enquanto. Logo faremos uma viagem curta ao interior e então voltaremos para lá na esperança de aproveitar nossos últimos momentos em terras brasileiras sob sol e calor.

Retomei um hobby que havia iniciado recentemente, o de tricotar. Gosto de passar algumas tardes chuvosas tricotando e, conforme eu já havia escrito em outra postagem, saber tricotar na Noruega é quase uma obrigação para quem quer sempre ter roupas de lã diferentes e não quer ou não pode gastar muito. Após ter ido fazer comprinhas de acessórios para tricô em São Paulo e em Santos, eu constatei que a qualidade das lãs da Noruega é muito superior. Aqui as lãs são em sua maioria de acrílico, não de lã pura. Na Noruega há quase somente novelos de lã pura de ovelhas, além de lã de alpaca, merino, mohair, etc. Aqui até se consegue achar essas outras qualidades de lã, mas os preços são bem salgados. Agulhas de tricô aqui são muito mais baratas, tanto que eu já tratei de comprar muitas para levar na bagagem. Na Noruega encontra-se muitas lãs e acessórios em uma lojinha chamada Nille, que vende artigos para festas, decoração, etc.  Existem também lojas especializadas em tricô e crochê, sempre lotadas de tricoteiras e crocheteiras.

E, falando sobre tricotar, quero contar sobre o mais recente programa da TV norueguesa da categoria Slow TV, ou televisão lenta. A TV estatal NRK parece ter conseguido a façanha de transformar a televisão lenta em um fenômeno. Tudo começou em 2009, quando eles transmitiram ao vivo, sem interrupções, o passeio de trem da linha Bergensbanen em Bergen filmando de dentro do trem. Para se ter uma ideia, a primeira parte do programa que está no You Tube (clique aqui para assistir), dura 217 minutos!

Depois, em junho de 2011, o projeto foi mais ambicioso. Exibiram a viagem de um dos navios de cruzeiro da famosa frota dos Hurtigruten, um dos orgulhos noruegueses, de Bergen até Kirkenes. A transmissão durou 134 horas! Este programa lembro que foi muito especial, até emocionante em alguns (pouquíssimos) momentos, por que habitantes de cada cidadezinha pela qual o Hurtigruten passava faziam uma festa, portavam cartazes com saudações só para ter a alegria de aparecer por alguns segundos na TV. Eu tenho um carinho especial pelo Hurtigruten, por que todo santo dia, às 6hs, 8 hs, 10hs e 12hs, via (e verei ao retornar) da minha janela o navio atracar em e zarpar de Trondheim. Clique aqui para se entreter com 134 minutinhos do programa.

Em agosto de 2012 foi a vez de filmar a viagem através do canal de Telemark do município de Skien até o município de Dalen. Este programa foi mais "curto" - 10 horas, mas cada minuto foi transmitido ao vivo sem interrupções. Clique aqui para assistir. Em dezembro do mesmo ano, veio um programa com uma ideia interessante: exibir a viagem pela linha de trem Nordlandsbanen, saindo de Trondheim com destino final em Bodø, com imagens feitas durante as quatro estações do ano. Clique aqui para assistir às quase dez (!) horas de programa. As músicas de fundo são lindíssimas.

Mas, depois de tantas viagens com belas cenas de paisagens, eles mudaram um pouco o conceito do programa de televisão lenta e vieram com o Nasjonal vedkveld e o Nasjonal vedmorgen em fevereiro deste ano. Nada mais nada menos do que 12 horas de transmissão em que uma fogueira e lenha eram as estrelas principais (!?). Convidados iam e vinham enquanto "proseavam" em volta da fogueira, colocavam lenha na mesma e assim por diante. Eu particularmente achei a ideia um pouco boba, mas parece que foi um sucesso. Clique aqui para assistir a um compacto de duas horas do programa.
 
E, para chegar aonde eu queria, os últimos programas de televisão lenta da NRK foram justamente sobre tricô!  O nasjonal strikkekveld e  o nasjonal strikkemorgen, nos dias 1 e 2 de novembro deste ano. Mais 12 horinhas ininterruptas com gente tricotando e falando sobre lã e tudo mais que tem a ver com tricotar. Soube pelo Facebook que muitos tricoteiros assistiram ao programa enquanto trabalhavam com seus próprios projetos de tricô. Um grupo de amigos bateu o recorde norueguês ao levar 8 horas, 35 minutos e 23 segundos para tosar a ovelha Guri, fiar a lã da Guri em uma roca e tricotar um suéter com esta mesma lã. Clique aqui para ver a parte 1 do compacto e aqui para ver a parte 2.

Não há a menor dúvida de que o conceito de televisão lenta agradou muito na Noruega, mas eu não sei se agradaria no Brasil, pelo menos não com temas tão inocentes e aparentemente, para alguns, tediosos quanto fogueiras e tricô. Agora é aguardar a próxima transmissão lenta da NRK e ver o que eles vão querer filmar durante horas a fio.

14 comentários:

  1. Eu prefiro ver aquela viagem de trem do que ver o João Kleber.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Estou morando na Noruega faz alguns meses e criei um blog pra compartilhar um pouquinho das minhas experiências. Dá uma olhadinha lá depois? :)

    http://brasilxnoruega.blogspot.no/

    ResponderExcluir
  3. Poxa, tricotar e costurar são duas coisas que sempre quis aprender mas nunca comecei. Minha avô costura e tricota tanto, e nunca me ensinou :'(
    Mas acho que não seria de muita utilidade aqui onde faz esse calor Senegalês 8 meses por ano, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, no Brasil as peças de tricô são mais para enfeite do que para combater o frio, muito leves e com muitos "frufrus". Na Noruega são mais grossas, pesadas e com menos enfeites. Quero começar a costurar também, temos uma máquina antiga e queremos investir em uma moderna.

      Excluir
  4. Meu marido gravou o programa pra mim.. mas ate hoje nao tive tempo de ver :DDD tem que ter tempo MESMO nesse caso ne?
    Sobre as agulhas, tem umas bem baratinhas naquela loja dinamarquesa: sostrene greene. Tem tambem dessas que tem um fiapo ligando as duas agulhas sabe? (nunca tinha visto esse tipo de agulha no brasil)
    paguei tipo 12 coroas.
    Mas realmente nao sei quanto custam as agulhas comuns no brasil.
    Boa sorte com os projetos! Meu sonho e fazer meias de la, com as quatro agulhas pequenas. caramba, parece tao dificil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca achei agulha de tricô na Søstrene Greene, só de crochê. Tem muita agulha circular no Brasil também, mas percebo que as tricoteiras aqui são mais conservadoras e não gostam muito de técnicas diferentes. Na TV elas ensinam quase tudo em agulhas retas. No Brasil achei de todos os tamanhos possíveis e outros acessórios úteis (ponteiras, agulha segura ponto, etc.). Meu próximo projeto é um colete pro marido, vamos ver.

      Excluir
  5. Nossa deve ser um tédio só esta programação da tv da noruega a unica coisa boa que assisti da televisão escandinava alias co- produção entre dinamarca,suécia e noruega foram as series "Broe/Broen" "Der son Draeb" "Borgen" ótimas series por sinal , eles não exibem nenhuma Novela Brazuca ou de outra nacionalidade pra dar um animo não ???? por que só paisagem toda hora ninguém aguenta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvi dizer que essas séries são muito boas mesmo, mas não acompanhei nenhuma delas. A série baseada no livro "Halvbroren" de Lars Saabye Christensen foi excelente. Agora estreou uma série nova chamada "Mammon", eu estou acompanhando e até agora gostei do que vi. Na TV2 eles exibem uma série australiana chamada "Home and Away", que eu sinceramente acho um horror. Ouvi dizer que anos atrás eles exibiram as novelas "Tropicaliente" e "O Rei do Gado". Mas, felizmente, o norueguês não fica preso a novelas e séries como no Brasil. A televisão não é o meio de entretenimento mais popular.

      Excluir
    2. Obrigado Raquel por responder..

      Já vi o cartaz desta "Mammon" é me parece muito boa e como acontece com as series Nórdicas que estão fazendo sucesso li que os EUA já planeja fazer uma versão americana na FOX um verdadeiro Horror porque todas as series que eles estão fazendo Remekes estão ficando péssimas prefiro sempre a Original. o unico canal no brasil que se dedica as series Nordicas e Europeias e o canal por cabo +Globosat espero que ele ao augum site de Downloads disponibilize "Mammon" legendada para nós.

      "Home and Away" já vi augumas cenas no youtube e uma Soap Opera Australiana e como as Soaps Americanas nunca termina só troca o elenco as vezes seria como a nossa "Malhação" aqui no brasil. Horrivel.

      Sobre as Novelas eu tinha perguntado porque em entrevista ao "Programa do Jô" a alguns anos a Atriz Regina Duarte falou que tinha indo a Noruega e a Suécia para divulgar uma novela que ela tinha feito e foi mostrado até videos das novelas que ela tinha feito só que dubladas ou legendadas em outros idiomas acredito que estas novelas foram exibidas por estes países ao final dos anos 80 começo dos 90 não é coisa recente.

      Excluir
    3. Esqueci de mencionar que existe uma novela norueguesa chamada "Hotell Cæsar" que passa há pelo menos uns 15 anos na TV2. Eu assistia muito quando estava aprendendo o idioma, por que quase todos os programas daqui têm as legendas em norueguês para pessoas portadoras de deficiência auditiva (teksttv). Mas a qualidade da novela não é das melhores, muito repetitivo. Eu não assisto há uns quatro anos.

      Excluir
  6. Estou gostando muito de viajar através da Slow TV e vendo a beleza e a organização do lugar fico cada vez mais entusiasmado em conhecer a Noruega. Obrigado por compartilhar sua experiência e no aguardo de novas postagens. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  7. Ah, você precisa conhecer a Ice Yarns... (suspira)
    http://www.iceyarns.com/#home
    Vai se divertir por lá com as lãs!
    Embora eu more no Brasil, prefiro usar lã de verdade ou pelo menos 50% de lã nas coisas que faço, sou friorenta.
    Gostei do seu blog, parabéns...

    ResponderExcluir