segunda-feira, 29 de março de 2010

Minha nada mole vida de imigrante - últimos capítulos

Neste final de semana pintamos os ovos para a decoração da Páscoa. Em vez de comprar ovos de plástico já pintados, resolvemos tentar pintar os ovos nós mesmos. Apesar de ter sido um desafio esvaziar e higienizar as cascas de ovos, foi muito divertido. Mostramos um pouco nosso lado artístico e o resultado ficou excelente. Comprei um kit super prático para pintar ovos:



Aqui já tínhamos 3 ovos prontos. Detalhe para o ovo padre luterano do meu marido à direita:


Esse aqui ficou com um visual moderno, obra do marido:


E no final penduramos nossos ovos nos galhinhos, como eles costumam fazer por aqui:


Hoje, segunda-feira eu fui até a polícia daqui (perdi a hora, pois esqueci de acertar o relógio do celular para o horário de verão) para dar entrada no meu visto permanente. Depois do caos típico das minhas visitas à polícia - aglomeração na porta, policiais mal-educados, senhas mal-distribuídas e até um idiota que tentou roubar minha senha - eu fui atendida quase no final do expediente. Felizmente deu tudo certo, consegui entregar os papéis com muita antecedência (meu visto vence só em junho), a papelada estava certinha e meu marido foi comigo sem ter que perder um dia de trabalho, pois está de folga a semana inteira. Eu tenho passagem comprada pro Brasil e não posso sair da Noruega com visto vencido, então tenho que receber o visto no passaporte antes da viagem, em agosto. A policial me deu boas esperanças de que o visto sairá bem antes de agosto. Ela me explicou que este é meu último visto, que depois de tê-lo obtido eu precisarei somente me apresentar na polícia ano sim ano não para declarar que eu continuo morando na Noruega e se eu quiser posso dar entrada no pedido de cidadania a partir de dezembro deste ano. Ela também me disse, contrariando o que alguns desinformados andaram espalhando por aí (=Orkut) é que a Noruega aceita, sim, dupla cidadania, mas só de pessoas estrangeiras. Eu posso ter passaporte brasileiro e norueguês por que sou brasileira e o Brasil aceita dupla cidadania. Já o meu marido, por exemplo, como é norueguês, perde seu passaporte norueguês se um dia pedir outra cidadania, por que a Noruega não aceita dupla cidadania de cidadãos nascidos na Noruega. Foi a policial mais simpática e atenciosa que eu encontrei até hoje, saímos de lá aliviados e otimistas.

3 comentários: