quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

O Haiti

Esta semana foi com certeza a semana mais vitoriosa para mim desde que cheguei na Noruega. Superou o dia em que passei no teste de direção, os dias em que entrei na faculdade, o dia em que passei no teste de norueguês para imigrantes.

Mas, coincidência infeliz, nesta semana também aconteceu a catástrofe no Haiti, o terremoto que arruinou o país e deixou mortos, feridos, desesperados, desamparados. Eu estudei a América Latina a fundo ano passado e confesso que ao ler a história do Haiti não consegui entender como que um país pôde ser tão explorado, tão massacrado,tão discriminado, tão esquecido. Se houver interesse, sugiro este site com uma história simplificada, mas que dá uma idéia geral sobre as injustiças que o Haiti vem sofrendo desde a descoberta - não, invasão da América:

Eu fico pensando: Se este terremoto tinha mesmo que acontecer, por que justamente no Haiti? Parabéns para os países que já estão se mobilizando para enviar ajuda, parabéns para as pessoas que sem pestanejar pegaram o primeiro avião para lá para ajudar. Ainda não encontrei um jeito de ajudar, mas sei que logo saberei de uma maneira através da mídia.

Agora, mais do que nunca, temos que fazer como a letra da canção de Caetano Veloso e Gilberto Gil diz:

"Pense no Haiti. Reze pelo Haiti"

Nenhum comentário:

Postar um comentário